Voltar a Home
  • Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

    Get Adobe Flash player

 

MENU


Extensão / Registro de frequência/ Informações e modelos de Extensão/

Análise e Avaliação
/ Projetos / Cursos / Contato

EXTENSÃO


Conceitos

. . A Extensão é um processo acadêmico, norteado por princípios éticos, filosóficos, pedagógicos e científicos, indissociável do Ensino e da Pesquisa. Definida e efetivada em função das exigências da realidade; indispensável na formação do aluno, na qualificação do professor e no intercâmbio com a sociedade, envolvendo, portanto, a participação de professores, estudantes e graduados que atuam junto a instituições públicas, particulares e a sociedade.
. . A extensão procura concretizar ações transformadoras, que viabilizem a relação entre Universidade e Sociedade, por meio de diferentes atividades.
. . A base teórica e metodológica para a organização regional e institucional das atividades de extensão universitária é oferecida pelo Plano Nacional de Extensão Universitária (1999-2001), que define extensão como prática acadêmica que interliga a Universidade nas suas atividades de ensino e de pesquisa, com as demandas da maioria da população, possibilita a formação do profissional cidadão e se credencia, cada vez mais, junto à sociedade como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para a superação das desigualdades sociais existentes.
. . O Plano Nacional de Extensão, produzido pelo Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, Brasília/1998, traz algumas definições referentes a Extensão Universitária, são elas:
"A Extensão Universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre a Universidade e a Sociedade".
. . "A Extensão é uma via de mão dupla, com trânsito assegurado à comunidade acadêmica, que encontrará na sociedade, a oportunidade da elaboração da práxis de um conhecimento acadêmico. No retorno à Universidade, docentes e discentes trarão um aprendizado que, submetido à reflexão teórica, será acrescido àquele conhecimento. Esse fluxo, que estabelece a troca de saberes sistematizados, acadêmico e popular, terá como consequências a produção do conhecimento resultante do confronto com a realidade brasileira e regional, a democratização do conhecimento acadêmico e a participação efetiva da comunidade na atuação da Universidade".
. . "Além de instrumentalizadora deste processo dialético de teoria/prática, a Extensão é um trabalho interdisciplinar que favorece a visão integrada do social".
. . O Plano Nacional de Extensão, publicado em novembro de 1999, definiu como diretrizes para a extensão a indissociabilidade com o ensino e a pesquisa, a interdisciplinaridade e a relação bidirecional com a sociedade.
Resumidamente, extensão é a atividade acadêmica por meio da qual a Universidade, de modo direto, compartilha com a Sociedade cultura, conhecimento e informação. São ações contínuas de caráter cultural, desportivo, educativo, social, científico ou tecnológico com objetivo específico, desenvolvida em curto ou médio prazo, com recursos determinados.


Princípios da Extensão na USC

. . Os princípios que regem a Coordenadoria Geral de Extensão da USC são os da interdisciplinaridade; da articulação com o ensino e com a pesquisa; do diálogo e articulação com a realidade social; da permanência e regularidade dos programas; da definição coletiva de prioridades e a pluralidade, tal como se propõe no ensino e na pesquisa. Há uma permanente busca de auto-sustentação, de qualificação do corpo docente, discente, técnico-administrativo e de melhoria das condições da comunidade.


A Extensão na USC

. . A Universidade do Sagrado Coração compromissada com a comunidade em que esta inserida, comprometida com a formação de profissionais competentes, conscientes e habilitados para atender às exigências do mercado e conhecedora do fato de que, além de possuir conhecimentos acadêmicos, os profissionais devem, sobretudo, saber aplicá-los em prol da comunidade em que atuam, entende como imprescindível durante a formação acadêmica a efetiva interação com a Sociedade.
. . Portanto, a IES, por meio da Coordenadoria Geral de Extensão, tem como objetivo promover situações que possibilitem e sistematizem tal interação, buscando o equilíbrio entre as demandas socialmente exigidas e as inovações que surgem do trabalho acadêmico, contribuindo, desta forma, com a transformação da sociedade. Para tanto, as ações de extensão responsabilizam-se em coletar, armazenar e divulgar informações de interesse para a vida da comunidade, bem como integrar tais ações as atividades de ensino e pesquisa, possibilitando situações de aprendizado e troca de saberes.
. . Os Programas de Extensão possibilitam à comunidade universitária o contato com a realidade social da região, por meio do diálogo com diferentes grupos sociais, nos diferentes campos da ação profissional, viabilizando um processo permanente de construção do conhecimento. Tornam acessível à sociedade o conhecimento de domínio da Universidade, incluindo desde a análise histórica, sociológica e epidemiológica na identificação de problemas e necessidades até os processos de disseminação do conhecimento disponível, possibilitando transformações sociais.
. . As atividades de extensão contribuem no papel da Educação Superior quanto ao desenvolvimento cultural, social e econômico do país, por meio da relação direta com a sociedade.
. . Baseando-se neste princípio, a Coordenadoria Geral de Extensão da USC responsabiliza-se pela institucionalização de Programas, no âmbito acadêmico e administrativo, estabelecendo a ligação entre o Ensino e a Pesquisa e a prática dele na comunidade. A IES possibilita o desenvolvimento de ações universitárias aplicadas diretamente na sociedade, expandindo os ambientes de aprendizagem para além da sala de aula e campus universitário, ou seja, dirigindo-se para os espaços que a própria comunidade proporciona, expressando seu compromisso com o município e a região em que se insere.
. . Para tanto, busca o estabelecimento de parcerias com organismos governamentais, mercado de trabalho, organizações não governamentais e o mundo empresarial, mobilizando em nível local e regional um movimento participativo dos diversos segmentos que compõem a sociedade.


Diretrizes da Política Extensão

· Aproximação Universidade-Sociedade, propiciando a leitura crítica da realidade, estimulando a troca e a reelaboração do conhecimento, favorecendo a visão integral do homem e da sociedade numa perspectiva cristã e transformadora;
· estímulo ao desenvolvimento de programas que disponibilizem novos meios e processos de produção, inovação e transferência de conhecimentos, permitindo a ampliação do acesso ao saber e o desenvolvimento tecnológico e social do município e da região;
· prioridade aos projetos de natureza interdisciplinar, intersetorial e interinstitucional que favoreçam o equacionamento de demandas sociais emergentes, a elaboração e implementação de políticas públicas voltadas para a maioria da população;
· estímulo ao desenvolvimento de Projetos de Extensão que contemplem a efetiva participação de alunos, favorecendo a formação do profissional como cidadão;
· articulação permanente com instituições públicas, privadas e demais segmentos da sociedade com vistas ao desenvolvimento de parcerias;
· articulação com programas ou projetos de maior abrangência, de iniciativa de outras organizações do setor educacional e da saúde (MEC, MS, Secretaria da Educação Estadual e Municipal, Secretaria da Saúde Municipal, CRUB, ABRUC, etc.);
· estímulo à implementação de programas, projetos, cursos e atividades de iniciativa da Universidade, que venham contribuir para a qualificação e educação permanente de gestores de sistemas sociais e consequente desenvolvimento do município e da região;
· apoio permanente ao desenvolvimento de projetos em áreas temáticas onde existam linhas de estudo e pesquisa já consolidadas ou onde se detecte potencial para a definição dessas linhas, com o cuidado de ser estimulada a interdisciplinaridade, o que supõe a existência de interfaces e interações temáticas;
· estímulo à integração das atividades de extensão com os projetos pedagógicos dos Cursos de Graduação bem como com os Programas e Cursos de Pós-Graduação.


Objetivos.
(Adaptado do Plano Nacional de Extensão)

· Reafirmar a Extensão Universitária como processo acadêmico definido e efetivado em função das exigências da realidade; indispensável na formação do aluno, na qualificação do professor e no intercâmbio com a sociedade;
· dar prioridade às práticas voltadas ao atendimento às necessidades sociais emergentes, como as relacionadas com a área de educação, saúde, cultura, comunicação, geração de emprego e ampliação da renda;
· enfatizar a utilização da tecnologia disponível para ampliar a oferta de oportunidades e melhorar a qualidade da educação, incluindo a educação continuada a distância;
· considerar as atividades voltadas para a produção e preservação cultural e artística como relevantes para o desenvolvimento nacional e regional;
· estimular a inclusão da Educação Ambiental e do Desenvolvimento Sustentável como componentes da atividade extensionista;
· valorizar programas de Extensão interinstitucionais sob a forma de parcerias;
· tornar permanente a avaliação institucional das atividades de Extensão universitária como um dos parâmetros de avaliação da própria Universidade;
· possibilitar novos meios e processos de produção, inovação e transferência de conhecimentos, permitindo a ampliação do acesso ao saber e do desenvolvimento tecnológico e social para a comunidade;
· viabilizar a prestação de serviços como produto de interesse acadêmico, científico, filosófico, tecnológico e artístico do Ensino, Pesquisa e Extensão.


Atividades de Extensão

Entende-se por atividades de extensão todas as ações que envolvem práticas docentes e discentes, próprias de determinada área temática e aplicadas a determinados seguimentos da sociedade, compreendendo:
· Ações de Extensão;
· Programas de Extensão;
· Projetos de Extensão;
· Cursos de Extensão;
· Eventos de Extensão;
· Serviços de Extensão.

Todas as atividades de extensão propostas devem ser aprovadas pela Coordenadoria de Extensão da USC. Para tanto, devem ser apresentadas seguindo os modelos disponíveis.


Ações de Extensão


As ações de extensão referem-se às atividades de divulgação de conhecimento, desenvolvidas segundo determinada linha de extensão, junto a grupos sociais de composição indeterminada, considerados segundo o ambiente de convívio ou em função de certas características individuais homogêneas de seus integrantes.
As ações de extensão devem vincular-se a um Programa de extensão e serem desenvolvidas de acordo com os projetos propostos.


Programas de extensão

Programas de Extensão são considerados um conjunto de projetos, atividades e ações de caráter orgânico-institucional, que tem clareza de diretrizes e orientação para um objetivo comum, enquadrados em uma das linhas de atuação de determinado departamento acadêmico junto à comunidade.
Um programa pode apresentar vários projetos/atividades de extensão (cursos, eventos, prestação de serviços e produtos acadêmicos e outros), os quais são executados, simultaneamente ou não, de acordo com a proposta, sendo que os projetos podem contemplar ações de estágio curricular, trabalho voluntário, cursos, dentre outros, implicando relações multi, inter ou transdisciplinares e interprofissionais. Estruturalmente, um ou mais programas integram uma das linhas temáticas definidas.
Os Programas de extensão devem, obrigatoriamente, apresentar área e linha temática e podem ser gerais ou setoriais, de acordo com a comunidade envolvida. Os Programas gerais são desenvolvidos junto a grupos sociais, no âmbito de abrangência territorial, municipal, regional ou nacional. E os Programas Setoriais são aqueles desenvolvidos junto a grupos sociais específicos, ou seja, aqueles que apresentam características homogêneas.
Constituem grupos para Atuação dos Programas Setoriais:
· Atenção a Mulheres;
· Atenção a Crianças e Adolescentes;
· Atenção a Idosos;
· Atenção a Pessoas com Necessidades Especiais;
· Atenção à Saúde;
· Atenção à Comunidade Interna;
· Atenção à Saúde do Trabalhador;
· Atenção à Comunidade Indígena.
Os Programas devem ser apresentados seguindo os modelos disponíveis.


Projetos de extensão

Os projetos de extensão caracterizam-se por um conjunto de ações de caráter educativo, cultural, artístico, científico e tecnológico, realizadas junto à comunidade e desenvolvidas durante certo período de tempo, com finalidades específicas. Para tanto, devem apresentar prazo de duração e objetivo estabelecidos, meta quantificada e mensurável, e recursos financeiros fixados em um determinado período de tempo.
Os projetos de extensão podem estar vinculados a um programa (forma preferencial) ou ser registrado como “projeto não-vinculado a programa” (projeto isolado) e devem ser apresentadas seguindo os modelos disponíveis.


Cursos de Extensão

Os cursos de extensão caracterizam-se por atividades de transmissão de conhecimentos específicos de determinada área temática e de matriz uni ou pluridisciplinar. Devem ser oferecidos de modo sistemático e durante tempo pré-determinado, em proveito e no interesse de grupos específicos.
Os cursos podem fazer parte de programas de extensão, ou serem oferecidos independentes, mas devem ser propostos de acordo com os modelos disponíveis.


Eventos de Extensão

Os Eventos de Extensão envolvem todas as atividades de apresentação de conhecimentos, feitas de modo público e concentrado, a interessados indeterminados ou que preencham certos requisitos específicos. Incluem eventos científicos, culturais, sociais e esportivos. Devem ser propostos de acordo com os modelos disponíveis.


Serviços de Extensão


Os serviços de extensão referem-se às atividades de aplicação prática de conhecimentos, feitas em proveito e no interesse de pessoas, grupos ou entidades singularmente considerados.
Preferencialmente, os serviços de extensão devem fazer parte de programas, mas podem ser oferecidos independentes. Devem ser propostos de acordo com os modelos disponíveis.


Áreas Temáticas

As áreas temáticas correspondem aos campos teóricos a que pertencem os conhecimentos compartilhados por meio das atividades de extensão. Seguindo as recomendações do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas, a USC adota as seguintes áreas temáticas:
· Comunicação;
· Cultura;
· Educação;
· Meio ambiente;
· Saúde;
· Tecnologia e Produção;
· Desenvolvimento socioeconômico, gestão e cidadania;
· Trabalho.


Eixos Temáticos. (Adaptado do Plano Nacional de Extensão)

· Mídia e sociedade;
· Desenvolvimento da cultura;
· Educação Básica;
· Recursos tecnológicos e educação;
· Meio Ambiente;
· Desenvolvimento sustentável;
· Saúde e qualidade de vida;
· Saúde ocupacional;
· Atenção integral à criança, adolescente e idoso;
· Transferência de tecnologias apropriadas;
· Capacitação e qualidade de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas;
· Reforma Agrária, trabalho rural e geração de rendas;


Linhas

As linhas de extensão são os vetores de desenvolvimento das ações contempladas pelos Projetos. Na USC, são definidas as seguintes linhas, de acordo com a área temática e as orientações do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (2004):

· Comunicação - Comunicação Social; Apoio Técnico à Mídia Comunitária; Comunicação Escrita e Eletrônica; Produção e Difusão de Material Educativo; Televisão Universitária; Rádio Universitária; Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas de Comunicação Social; Comunicação e Educação Popular.

· Cultura - Promoção do desenvolvimento Cultural; Cultura, Memória e Patrimônio (Histórico, Arquitetônico, Artístico e Ambiental); Cultura e Memória Social (Memória de Grupos, Práticas e Lugares); Cultura e Sociedade; Folclore, artesanato e tradições culturais; Turismo regional; Produção Cultural e Artística na Área de Artes Plásticas e Artes Gráficas; Produção Cultural e Artística na Área de Fotografia, Cinema e Vídeo; Produção Cultural e Artística na Área de Música e Dança; Produção Teatral; Coral Universitário; Orquestra Universitária; TV e Rádio Universitária; Incremento da Convivência Comunitária (Cultura, Esporte, Lazer, etc.);

· Educação - Educação Básica; Educação e Cidadania; Educação Popular; Educação a Distância; Educação Continuada; Educação de Jovens e Adultos; Educação Especial; Educação Infantil; Ensino Fundamental; Ensino Médio; Ensino Superior; Educação da comunidade indígena; Incentivo à Leitura; Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas de Educação; Movimentos Sociais e Educação.

· Meio Ambiente - Preservação e Sustentabilidade do Meio Ambiente; Meio ambiente e desenvolvimento sustentável; Desenvolvimento regional sustentável; Aspectos de meio ambiente e sustentabilidade do Desenvolvimento Urbano e do Desenvolvimento Rural; Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas de Meio Ambiente; Educação Ambiental; Gestão de Recursos Naturais; Sistemas Integrados para Bacias Regionais.

· Saúde - Promoção à Saúde e Qualidade de Vida; Atenção a Grupos de Pessoas com Necessidades Especiais; Atenção Integral à Mulher; Atenção Integral à Criança e ao Adolescente; Atenção Integral à Saúde de Adultos; Atenção Integral à Terceira Idade; Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas de Saúde; Desenvolvimento do Sistema de Saúde; Controle Social em Saúde; Saúde e Segurança no Trabalho; Esporte, Lazer e Saúde; Saúde em Hospitais e Clínicas Universitárias; Novas Endemias e Epidemias; Saúde da Família; Uso e dependência de drogas.

· Tecnologia e Produção - Transferência de Tecnologias Apropriadas; Empreendedorismo; Empresas Juniores; Inovação Tecnológica; Pólos Tecnológicos; Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas de Ciências e Tecnologia; Direitos de Propriedade e Patentes; Produção, Desenvolvimento, divulgação e aplicação de recursos tecnológicos voltados à saúde, educação, cultura e comunicação;

· Desenvolvimento socioeconômico, gestão, cidadania - Promoção de aspectos que visem ao fortalecimento e ao crescimento da população em qualidade de vida; Capacitação da geração de emprego e renda; Viabilização de condições básicas para sobrevivência (emprego, saúde, educação, alimentação, lazer, etc.); Promoção da Cidadania (Conscientização de Direitos e Deveres; Articulação de Defesa de Interesses; Voluntariado, etc.);

· Trabalho – Apoio técnico para o desenvolvimento do Trabalho Rural; Trabalho e inclusão social; Capacitação e Qualificação de Recursos Humanos e de Gestores de Políticas Públicas do Trabalho; Educação Profissional; Organizações Populares para o Trabalho; Cooperativas Populares; Cooperativas em Geral; Trabalho Infantil; Turismo e oportunidades de trabalho; Gestão de Negócios Públicos e Privados; Apoio técnico à qualificação e requalificação para o trabalho;


Descrição das Linhas

· Comunicação - Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando à elaboração, implementação e avaliação de planos estratégicos de comunicação; realização de assessorias e consultorias para organizações de natureza diversa em atividades de publicidade, propaganda e de relações públicas e jornalismo; suporte de comunicação a programas e projetos de mobilização universitária e social. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando à produção e difusão de informações e conhecimentos por meio de veículos comunitários e universitários, impressos e eletrônicos (boletins, rádio, televisão, jornal, revistas, internet, etc); promoção do uso didático dos meios de comunicação e de ações educativas sobre as mídias. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltados a processos de produção e edição de notícias para mídias impressas e eletrônicas; assessorias e consultorias para órgãos de imprensa em geral; crítica de mídia; treinamento e qualificação de profissional para a imprensa. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações em torno de mídia artes (mídias contemporâneas, multimídia, web-arte, arte digital). Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área para o trato com a mídia em geral; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área.

· Cultura – Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando à preservação, recuperação, promoção e difusão de patrimônio artístico, cultural e histórico (bens culturais móveis e imóveis, obras-de-arte, arquitetura, espaço urbano, paisagismo, música, literatura, teatro, dança, artesanato, folclore, manifestações religiosas populares), natural (natureza, meio ambiente) e imaterial (culinária, costumes do povo), mediante formação, organização, manutenção, ampliação e equipamento de museus, bibliotecas, centros culturais, arquivos e outras organizações culturais, coleções e acervos; restauração de bens móveis e imóveis de reconhecido valor cultural; proteção e promoção do folclore, do artesanato, das tradições culturais e dos movimentos religiosos populares; valorização do patrimônio. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações em torno das artes plásticas (escultura, pintura, desenho, gravura instalação, apropriação), das artes visuais (gráficas, fotografia, cinema, vídeo), da música (apreciação, criação e performance), das artes cênicas (dança, teatro, técnicas circenses, performance). Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para a difusão e divulgação de conhecimentos científicos e tecnológicos em espaços de ciência, como museus, observatórios, planetários, estações marinhas, entre outros; organização desses espaços; formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam nessas áreas; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área; memória, produção e difusão cultural e artística. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para as práticas esportivas, experiências culturais, atividades físicas e vivências de lazer para crianças, jovens e adultos, como princípios de cidadania, inclusão, participação social e promoção da saúde; esportes e lazer nos projetos político-pedagógico das escolas; desenvolvimento de metodologias e inovações pedagógicas no ensino da Educação Física, Esportes e Lazer; iniciação e prática esportiva; realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área.

· Educação - Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações, voltadas para a discussão, planejamento, implementação e avaliação de processos de alfabetização de crianças, jovens e adultos, visando à sua inserção social e construção da cidadania; formação do leitor e do produtor de textos; incentivo à leitura; literatura; desenvolvimento de metodologias de ensino da leitura e da escrita e sua inclusão nos projetos político-pedagógicos das escolas. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltados para a discussão, planejamento, implementação e avaliação de processos de ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras e sua inclusão nos projetos político-pedagógicos das escolas; desenvolvimento de processos de formação em línguas estrangeiras; literatura; tradução. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultorias, realização de eventos e outras ações visando à discussão de metodologias e estratégias específicas de ensino/aprendizagem, como a educação à distância e o ensino presencial e de processos de formação inicial, educação continuada e formação profissional. Articulação e promoção de estudos, pesquisas e desenvolvimento de processos e metodologias que possibilitem ampliar as discussões relativas a questões epistemológicas, pedagógicas e metodológicas no ensino superior. Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área; produção e divulgação de informações, conhecimentos e de material didático na área.

· Meio ambiente – Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para a questão ecológica e o planejamento, implementação e avaliação de processos de educação ambiental e de redução da poluição do ar, águas e solo; discussão da Agenda 21; discussão de impactos ambientais de empreendimentos e de planos básicos ambientais; questões florestais; meio ambiente e qualidade de vida; cidadania e meio ambiente. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para o planejamento de microbacias, preservação de mata ciliar e dos recursos hídricos; gerenciamento de recursos hídricos e Bacias Hidrográficas; prevenção e controle da poluição; arbitragem de conflitos; participação em agências e comitês municipais, estaduais e nacionais; assessoria técnica a conselhos comitês e consórcios municipais e regionais de recursos hídricos. Desenvolvimento de programas, projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando a: orientação para desenvolvimento de ações normativas, operacionais, financeiras e de planejamento com base em critérios sanitários, ambientais e econômicos, para coletar, segregar, tratar e dispor o lixo; orientação para elaboração e desenvolvimento de projetos de planos de gestão integrada de resíduos sólidos urbanos, coleta seletiva, instalação de manejo de RSU reaproveitáveis (compostagem e reciclagem), destinação final de RSU (aterros sanitários e controlados), remediação de lixo a céu aberto; orientação à organização de catadores de lixo. Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área.

· Saúde – Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltados à promoção da saúde das pessoas, famílias e comunidades; humanização dos serviços; prestação de serviços institucionais em ambulatórios, laboratórios, clínicas e hospitais; assistência à saúde de pessoas em serviços especializados de diagnóstico, análises clínicas e tratamento; clínicas odontológicas, de psicologia, de terapia ocupacional, fisioterapia, dentre outras; Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando ao planejamento, implementação e avaliação de metodologias de intervenção e de investigação tendo como tema o perfil epidemiológico de endemias e epidemias e a transmissão de doenças no meio rural e urbano; previsão e prevenção de novas endemias. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para o planejamento, implementação e avaliação de processos assistenciais, metodologias de intervenção, ergonomia, educação para a saúde e vigilância epidemiológica ambiental, tendo como alvo ambientes de trabalho e trabalhadores urbanos e rurais. Desenvolvimento de programas, projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para a promoção do uso correto de medicamentos e para a assistência à saúde em seus processos que envolvem a farmacoterapia; farmácia nuclear; diagnóstico laboratorial; análises químicas, físico-químicas, biológicas, microbiológicas e toxicológicas de fármacos, insumos farmacêuticos, medicamentos e fitoterápicos. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltados à promoção da saúde das pessoas, famílias e comunidades; humanização dos serviços; prestação de serviços institucionais em ambulatórios, laboratórios, clínicas e hospitais universitários; assistência à saúde de pessoas em serviços especializados de diagnóstico, análises clínicas e tratamento; Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltados para o incentivo à produção de alimentos básicos, auto-abastecimento, agricultura urbana, hortas escolares e comunitárias, nutrição, educação para o consumo, regulação do mercado de alimentos, promoção e defesa do consumo alimentar. Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área; produção de material didático, informações e conhecimentos na área.

· Tecnologia e Produção - Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações que compreendem a introdução de produtos ou processos tecnologicamente novos e melhorias significativas a serem implementadas em produtos ou processos existentes nas diversas áreas do conhecimento. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações relativas a processos de investigação e produção de novas tecnologias, técnicas, processos produtivos, padrões de consumo e produção (inclusive tecnologias sociais, práticas e protocolos de produção de bens e serviços); serviços tecnológicos; estudos de viabilidade técnica, financeira e econômica; adaptação de tecnologias. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando ao desenvolvimento de competência informacional – para identificar, localizar, interpretar, relacionar, analisar, sintetizar, avaliar e comunicar informação em fontes impressas ou eletrônicas; inclusão digital. Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área.

· Desenvolvimento socioeconômico, gestão, cidadania - Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando o planejamento, implantação, implementação, acompanhamento e avaliação de sistemas regionais e locais de políticas públicas; análise do impacto dos fatores sociais, econômicos e demográficos nas políticas públicas (movimentos populacionais, geográficos e econômicos, setores produtivos). Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações relacionadas políticas de desenvolvimento rural; assistência técnica; planejamento do desenvolvimento rural sustentável; organização rural; comercialização; agroindústria; gestão de propriedades e/ou organizações; educação para o desenvolvimento rural; avaliação de impactos de políticas de desenvolvimento rural; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático relacionados ao tema. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para o planejamento, implementação e avaliação de processos e metodologias visando proporcionar soluções e o tratamento de problemas das comunidades urbanas. Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento. Formação, capacitação e qualificação de pessoas envolvidas na área; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área.

· Trabalho - realização de eventos e outras ações voltados a processos de formação técnica profissional, visando à valorização, aperfeiçoamento e inserção no mercado de trabalho. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria e realização de eventos relativos à constituição e gestão de empresas juniores, pré-incubadoras, incubadoras de empresas, parques e pólos tecnológicos, cooperativas e empreendimentos solidários e outras ações voltadas para a identificação, aproveitamento de novas oportunidades e recursos de maneira inovadora, com foco na criação de empregos e negócios estimulando a pró-atividade. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações visando a subsidiar o planejamento e implementação do turismo (ecológico, cultural, de lazer, de negócios, religioso, etc) como setor gerador de emprego e renda para os municípios; desenvolvimento de novas tecnologias para avaliações de potencial turístico; produção e divulgação de imagens em acordo com as especificidades culturais das populações locais. Desenvolvimento de programas e projetos, assessoria, consultoria, realização de eventos e outras ações voltadas para a defesa, proteção, promoção e apoio a oportunidades de trabalho, emprego e renda para desempregados, empregados, empreendedores, setor informal, proprietários rurais, formas cooperadas/associadas de produção, empreendimentos produtivos solidários, economia solidária, agricultura familiar, dentre outros. Realização de eventos, processos de formação e capacitação relativos a temas da área do conhecimento, visando à reflexão, discussão, atualização e aperfeiçoamento nessa área. Formação, capacitação e qualificação de pessoas que atuam na área; produção e divulgação de informações, conhecimentos e material didático na área.


Referências

Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (2004).
http://.renex.org.br/documentos.php.
SÍVERES, L. Universidade Torre ou Sino. Vozes: 2006


Documentos Consultados

Sistemas de Dados e Informações - base operacional
Avaliação da Extensão Universitária
Plano Nacional de Extensão Universitária

 

voltar ao topo

 






Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player