II Congresso Paulista de Ciência e Tecnologia Ambiental




O evento

O Congresso Paulista de Ciência e Tecnologia Ambiental é uma iniciativa dos pesquisadores do Programa de Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental da Universidade do Sagrado Coração para unir em um único evento três Workshops: Ambiente e Tecnologia; Diversidade Biológica e Ecologia; Saúde, Ambiente e Sociedade.

Nesta segunda edição, o tema abordado será “O Ambiente que nos Alimenta”, e está sendo financiado pela CAPES.

O evento contará com Palestras Técnicas e Científicas.

Período

20 e 21/11/2017

* Data limite para inscrições: 17/11/2017


Programação

REVISTA ENVIRONMENTAL
Palestrante: Dra. Camila Peres Buzalaf
Professora assistente I da Universidade do Sagrado Coração (Bauru/SP). Possui graduação em Ciências Biológicas-Modalidade Médica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001), mestrado (2004) e doutorado sanduíche em Imunologia Básica e Aplicada pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto -USP (2008) e University of Michigan (2006-2007). Pós-doutorado pela Faculdade de Odontologia de Bauru/USP (2014). Atua na área de Toxicologia e Imunotoxicologia, com ênfase no impacto de contaminantes ambientais na saúde e nos mecanismos celulares e moleculares envolvidos.

Início: 08h - término: 09h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

ABERTURA SOLENE DO CONGRESSO PAULISTA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AMBIENTAL "O AMBIENTE QUE NOS ALIMENTA"
Palestrante: Dra. Angela Mitie Otta Kinoshita
Possui graduação em Bacharelado em Fisica pela Universidade de São Paulo (1986), mestrado em Física Aplicada à Medicina e Biologia pela Universidade de São Paulo (1998) e doutorado em Física Aplicada à Medicina e Biologia pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é professor da Universidade Sagrado Coração, docente permanente no Programa de Pós Graduação Biologia Oral e coordena o Curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental nessa universidade. É pesquisador do Grupo Ressoância Magnética Aplicada, do Departamento de Física da Faculdade de Fisolofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (USP). Desenvolve pesquisas em área interdisciplinar, especialmente envolvendo aplicações da Ressonância do Spin Eletrônico e também no desenvolvimento e aprimoramento de novos materiais e biomateriais.

Início: 19h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

APRESENTAÇÃO ABES-SP
Palestrante: M.e Ricardo Crepaldi
Pesquisador, Professor, Palestrante e Consultor Internacional de Facilities e Sustentabilidade. Atuação Profissional desde 1987. Experiente na área de Engenharia Ambiental e de Facilities / Infraestrutura. Mestre em Ciência e Tecnologia Ambiental; Especialista em Engenharia Ambiental; Bacharel em Química Tecnológica; Licenciatura em Química e Extensão em Controladoria e Negócios. Presidente da ABES - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - Subseção Bauru. Conselheiro deliberativo da ABRAFAC – Associação Brasileira de Facilities. Vice Presidente do Grupo de Gestores de Facilities - GRUPAS. Coordenador da CT Estadual de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas da ABES-SP. Chair do STAG e Coordenador de Difusão de Web Conhecimento para o Hemisfério Ocidental da IFMA/FMCC (EUA). Membro do Comissão Técnica de Meio Ambiente do Conselho Regional de Química- CRQ 4ª Região. Membro do Comissão Técnica de Ensino Superior do Conselho Regional de Química - CRQ 4ª Região. Membro do Câmara Técnica de Saúde Publica da ABES-SP. Membro de CBs da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT. Membro da Sociedade Brasileira de Espectrometria de Massas - BrMASS. Membro do Grupo de Pesquisa Greentech do CNPq. Membro da ACS - American Chemical Society (EUA). Membro da Environmental Chemistry Division - ACS (EUA). Membro da WEF - Water Environmental Federation (EUA). Membro do CWB - Chemists Without Borders (EUA).

Início: 08h30 - término: 09h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

LODO DE ESGOTO: DE RESÍDUO A PRODUTO
Palestrante:
Dr. Fernando Carvalho Oliveira
Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1992), mestrado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas) pela Universidade de São Paulo (2000). É sócio fundador da empresa Biossolo - Agricultura e Ambiente Ltda. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Gestão de Resíduos Urbanos, Industriais e Agroindustriais, Poluição do Solo e Qualidade do Ambiente, atuando principalmente em projetos que envolvem os seguintes temas: uso agronômico de lodo de esgoto sanitário e agroindustrial, compostagem, desenvolvimento de produtos a base de resíduos e investigação de áreas contaminadas

Início: 09h - término: 10h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

O VALOR CONSERVACIONISTA DE PAISAGENS AGRÍCOLAS
Palestrante: Dr. Luciano Martins Verdade
Agrônomo e Mestre em Agronomia pela Universidade de São Paulo (respectivamente, em 1985 e 1992) e Ph.D. em Wildlife Ecology and Conservation pela Universidade da Florida, EUA (1997). Atualmente é Professor Associado III do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), da Universidade de São Paulo (USP) e membro da coordenação do Programa Biota / FAPESP, da Comissão Paulista de Biodiversidade e do Species Survival Commission / IUCN, e conselheiro do Sistema de Informação e de Gestão das Áreas Protegidas (SIGAP) / Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA / SP). Pesquisa atualmente na área de Ecologia Evolutiva Aplicada, com especial interesse em manejo de fauna em paisagens agrícolas e processos adaptativos de vertebrados a alterações antrópicas.

Início: 10h30 - término: 11h30
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

TOXICOLOGIA E CÂNCER
Palestrante: Dr. Wellerson Rodrigo Scarano
Biomédico formado pela UNESP de Botucatu; Mestre e Doutor em Biologia Celular e Estrutural pela UNICAMP; Livre-Docente em Embriologia Humana pela UNESP. Desenvolveu pós-doutorado em Toxicologia da Reprodução na UNESP; possui especialização em Acupuntura e Patologia Clínica. Foi professor colaborador no Centro Universitário do Norte Paulista e Professor Adjunto na Universidade Federal de Alfenas (2009). Atualmente é Professor Adjunto - nível III no Departamento de Morfologia, Instituto de Biociências de Botucatu (UNESP), nas disciplinas de Embriologia e Fundamentos de Acupuntura, e está credenciado como docente no Programa de Pós-Graduação em Biologia Geral e Aplicada. Foi presidente da Comissão de Ética no Uso de Animais do Instituto de Biociências de Botucatu/UNESP (2012-2016) e, atualmente é presidente da Comissão de Integridade, Ética e Práticas na Pesquisa da UNESP no biênio 2015-2017. É Delegado Titular do Conselho Regional de Biomedicina 1a. Região em Botucatu-SP. Atua como pesquisador principalmente nos seguintes temas: Oncologia Molecular no Câncer de Próstata; Biologia da Reprodução; DOHaD; Epigenética e Oncotoxicologia; Quimioproteção contra o câncer.

Início: 11h30 - término: 12h30
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

UMA INICIATIVA FRENTE AS DIFICULDADES DA FORMAÇÃO CIENTIFICA NO BRASIL
Palestrante: Dr. Gilson Luiz Volpato
Graduado (1978) em Ciências Biológicas Licenciatura pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Botucatu. Mestre (1981) e Doutor (1986) em Ciências Biológicas (Zoologia) pela UNESP, IB, Rio Claro. Pós-doutorado (1992) pelo Institute of Animal Sciences, na Agricultural Research Organization, Bet-Dagan, Israel. Docente aposentado do Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências de Botucatu, UNESP; Adjunto-III (livre-docente). Bolsista de produtividade em pesquisa, nível 1B, pelo CNPq. Manteve interação de pesquisas com Israel (ARO), Inglaterra (Lancaster Environment Centre), Canadá (Simon Fraser Univ.) e Estados Unidos (Penn State University). Coordenador do grupo de pesquisas Centro de Estudos sobre Bem-estar Animal - CNPq. Presidiu a Comissão dos Editores Científicos da Unesp durante 4 anos, nas três áreas do saber. Foi coordenador de pós-graduação, chefe de departamento, Presidente da Comissão de Pesquisa do IBB-UNESP e Avaliador de PG/Capes. Atua há 31 anos nas áreas de Metodologia, Redação e Publicação Científica, onde publicou 12 livros (total de 21 edições) e ministra anualmente dezenas de cursos, workshops e palestras em todo o território nacional e exterior. Nesse tema, veja www.gilsonvolpato.com.br.

Início: 14h - término: 15h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

GEOTECNOLOGIAS E TECNOLOGIA AMBIENTAL NO MANEJO SUSTENTÁVEL DAS TERRAS
Palestrante: Dr. Fabio Avila Nossack
Possui graduação em Engenharia Florestal pela Unesp, Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu (2009). É Especialista em Geoprocessamento e Georreferenciamento de Imóveis Rurais e Urbanos pela Fundação Educacional de Ituverava (2014). É Mestre e Doutor em Agronomia (Irrigação e Drenagem) pela Unesp de Botucatu (2012). Estudos com enfase em Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto, atuando principalmente nos seguintes temas: GPS, Mapeamento, Sistemas de Informação Geográfica, Conservação dos Recursos Hídricos e Recuperação de Áreas Degradadas.

Início: 15h - término: 16h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

APRESENTAÇÃO DE BANNERS

Início: 16h - término: 18h
Local: Bloco "K"
Vagas: 1.692

UNIVERSIDADES SUSTENTÁVEIS
Palestrante: Dr. Tadeu Fabricio Malheiros
Possui graduação em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1991), engenharia ambiental pela Faculdade de Saúde da USP (1993), mestrado em Resources Engineering - Universitat Karlsruhe (1996), doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (2002), pós-doutorado em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública - USP (2006). Atualmente é professor associado na Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo. É coordenador do programa de Pós Graduação Mestrado Profissional em Rede Nacional para Ensino das Ciências Ambientais. É membro da Comissão de Sustentabilidade da EESC/USP. Tem experiência na área de Engenharia Ambiental, com ênfase em Saúde Ambiental e Sustentabilidade, atuando principalmente nos seguintes temas: indicadores de sustentabilidade, desenvolvimento sustentável, meio ambiente, saúde pública, resíduos sólidos e gestão ambiental.

Início: 18h - término: 19h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

INOVAÇÃO AMBIENTAL: OPORTUNIDADES NO AGRONEGÓCIO
Palestrante: Dr. Ladislau Martin Neto
Possui graduação em Licenciatura Em Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1981), mestrado em Física Aplicada pelo Instituto de Física de São Carlos USP (1985) e doutorado em Física Aplicada pelo Instituto de Física de São Carlos USP(1988). Realizou pós-doutorado na Universidade da Califórnia, em Berkeley, Estados Unidos, em ciência do solo e meio ambiente (1994). Tem experiência na área de Física, com ênfase em Física da Matéria Condensada, atuando principalmente nos seguintes temas: matéria orgânica de solos, lodo de esgoto, seqüestro de co2, fluorescence spectroscopy e ácido húmico. Atualmente, ocupa o cargo de Diretor-Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da EMBRAPA, conforme Decreto Presidencial de 19/12/2012, publicado no D.O.U. de 20/12/2012, pelo prazo de 3 anos. Ocupou também o cargo de pesquisador, doutor no Centro Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Instrumentação Agropecuária, em São Carlos/SP, desde 1986. Foi Chefe Ajunto de P&D em duas ocasiões (1990-1992 e 1994-1997), Secretário Executivo do Programa Nacional de Automação Agropecuária, da Embrapa (1997-2001), Chefe Geral do Centro de Instrumentação da Embrapa no período 2002-2006, e Coordenador do Programa Embrapa Labex nos Estados Unidos de 2009-2011. Atualmente é Presidente do Comitê Gestor da Programação (CGP) daEmbrapa e Presidente do Comitê Gestor das Estratégias - CGE, da Embrapa, Presidente do Comitês Assessor Externo - CAE da Embrapa, e foi designado Membro do Comitê de Assessoramento de Agronomia do CNPq, a partir de 01 de Outubro 2012. Tem experiência em métodos, técnicas e instrumentação na agropecuária atuando, principalmente, nos seguintes temas: matéria orgânica do solo, seqüestro de carbono no solo, mudanças climáticas globais, substâncias húmicas, interações de metais e pesticidas no solo e água, ressonância paramagnética eletrônica, fluorescência de laser e luz uv-visível e ressonância magnética nuclear. Foi Presidente da Sociedade Internacional de Substâncias Húmicas (IHSS) (2010-1012), sendo o primeiro pesquisador latino-americano a ocupar tal posição na IHSS, a qual foi criada em 1981, nos Estados Unidos. É Co-Coordenador do Grupo de Pesquisa em Terras Cultiváveis (Croplands) da Aliança Global de Pesquisa em Gases do Efeito Estufa na Agropecuária, desde Fevereiro de 2012.

Início: 19h - término: 20h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

LIBS: UMA NOVA FERRAMENTA PARA O FUTURO DO MONITORAMENTO AGROAMBIENTAL
Palestrante: Dra. Débora Marcondes Bastos Pereira Milori
Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo, mestrado e doutorado em Física pelo Instituto de Física de São Carlos - USP, pós-doutorado na Embrapa Instrumentação, onde atualmente é pesquisadora sênior. Sua área de pesquisa na Embrapa é ótica e fotônica aplicada à agricultura e ao meio ambiente. Trabalha com o desenvolvimento de métodos, sensores e equipamentos para a análise de solos, plantas e fertilizantes. Nesta linha destacam-se o desenvolvimento de métodos utilizando a espectroscopia de emissão óptica com plasma induzido por laser para quantificação de carbono, nutrientes e contaminantes no solo, e o desenvolvimento de sistemas portáteis para o diagnóstico de doenças em plantas. http://www.researcherid.com/rid/D-3875-2011

Início: 20h - término: 21h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

PARASITOS DE PEIXES COMO IMPORTANTE FERRAMENTA DE DIAGNÓSTICO AMBIENTAL
Palestrante: M.e Lucas Aparecido Rosa Leite
Bacharel em Ciências Biológicas pela Faculdade Anhanguera de Bauru (2013), Especialista em Gestão e Análise de Ambientes Aquáticos Continentais pelo Universidade de Araraquara - UNIARA (2015) e Mestre em Ciência e Tecnologia Ambiental pela Universidade do Sagrado Coração - USC (2017). Atualmente é Doutorando do Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) do Instituto de Biociências de Botucatu (IBB) na Universidade Estadual Paulista - UNESP. É membro do grupo de pesquisa "Parasitologia de peixes de águas interiores do Estado de São Paulo" (certificado pelo CNPq) sob coordenação da Dra. Vanessa Doro Abdallah. Tem experiência na área de Ciências Ambientais, com ênfase em Ecossistemas Aquáticos, atuando principalmente nos seguintes temas/áreas: Ictioparasitologia e parasitos de peixes como bioindicadores de impactos e/ou poluição ambiental.

Início: 08h30 - término: 09h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

MELHORAMENTO PREVENTIVO E AS NOVAS DEMANDAS DA SOCIEDADE
Palestrante: Dr. José Baldin Pinheiro
É engenheiro agrônomo formado pela UFLA com mestrado e doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP. Realizou seu pós-doutorado com o professor Brian Diers na University of Illinois Urbana-Champaign, Department of Crop Sciences, em Urbana - Champaign, USA. Iniciou sua carreira docente na Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás, atuando nesta universidade de maio de 1996 a setembro de 2003. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Genética da USP/ESALQ e atua na área de Agronomia, com ênfase em Melhoramento de Plantas, sendo sua principal linha de pesquisa o desenvolvimento e seleção de genótipos de soja com alta produtividade e resistentes aos principais insetos e doenças. Além dessa linha de pesquisa trabalha com diversidade genética em germoplasma de espécies de importância agrícola, medicinal e em populações naturais. Como ferramenta auxiliar para estas pesquisas tem utilizado os marcadores moleculares para o estudo da diversidade genética e mapeamento de genes de interesse e seleção genômica.

Início: 14h - término: 15h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

PLANTAS ALIMENTÍCIAS NAO CONVENCIONAIS E AS PLANTAS DO FUTURO DA AGRICULTURA BRASILEIRA
Palestrante: Dr. Renato Ferraz de Arruda Veiga
Eng. Agr. FAZMACG - Esp. Sto. do Pinhal - SP (1978), Me (1990) e Dr (1994) em Ciências Biológicas - Botânica pela UNESP/Botucatu - SP. E-mail: renatofav53@gmail.com, cel: (19) 992125093. Aposentado no Centro de Recursos Genéticos Vegetais, Instituto Agronômico de Campinas (1980-2015). Reeleito Diretor Administrativo da Fundação de Apoio à Pesquisa Agricola 16/19, Diretor Técnico e de Divulgação da Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos 16/18, e Editor Chefe da Revista RG News 16/18. Presidiu e criou os Simpósios Nacional de Recursos Genéticos e o Latino-Americano (SIRGEALC), bem como o (Latino-Americano) de Especialistas em Arachis spp. e o Nacional de Educação Ambiental na Agricultura, assim como o Workshop Nacional de Curadores de Germoplasma em conjunto com a Embrapa. Foi o Representante Legal do IAC junto ao SNPC (por 3 diretorias). Foi o Coordenador Nacional do Sistema de Curadorias de Germoplasma, (2011/2014). Recebeu o Prêmio Dalmo Cataule Giacometti, entregue pela Embrapa em 2011, pelos trabalhos com RG, recebeu o prêmio Frans W. Daffert entregue pelo IAC em 2012, foi honrado com seu nome em uma nova espécie de amendoim Arachis veigae (2013), e foi homenageado em 2025 no X-SIRGEALC, pelos serviços prestados em RG. No IAC obteve recursos para projetos para de Recursos Genéticos e Quarentena de Plantas da FINEP, FAPESP, CNPq, Basf e EMBRAPA (OEPAS), AGCO. Ministra aulas de Introdução ao Manejo de Recursos Genéticos on line e presenciais pelo INFOBIBOS. Foi professor de pós-graduação pelo IAC onde é Docente Colaborador na Pós-graduação do IAC com o tema Recursos Genéticos, onde orientou 2 dissertações de mestrado na área de Melhoramento Genético. Participou de 18 bancas de tese/dissertação. Recebeu Pesquisadores Visitantes, Dr. V. Ranatha Rao, do Icrisat - Índia, por um mês em 1987, e pelo CNPq/Twas, da Nigéria, o Dr. Israel Olojide Obisesan, em 4 oportunidades (2006/10). Foi o Coordenador do Sistema de Introdução e Quarentena de Plantas do IAC (1982 a 2012) atividdes que desenvolveu por 32. Foi Diretor do Centro de Recursos Genéticos e Jardim Botânico, do Centro Experimental Central e do Núcleo de P&D Jardim Botânico do IAC. Foi o representante titular do IAC no CONDEMA, CONDEPACC e na Mata Sta.Genebra (Primeiro Secretário). Foi Coordenador Nacional de Recursos Genéticos (IICA/Procisur) indicado pela Embrapa. Criou e foi o Presidente da ONG Amigos do Jardim Botânico IAC. Foi Vice Presidente (2x), Conselheiro fiscal e Tesoureiro da Rede Brasileira de Jardins Botânicos 1998-2013 . Criou e foi o presidente das Comissões de Curadorias do IAC e da APTA, bem como da Comissão de Intercâmbio e Quarentena de Plantas, bem como do Workshop Nacional de Curadores de Germoplasma, em 4 oportunidades. Foi o Presidente da Associação dos Servidores do Instituto Agronômico, 2009-2013. Publicou 57 artigos em periódicos especializados e 58 trabalhos em anais de eventos. Possui 19 capítulos de livros, edição de 6 Anais de Eventos, e edição de um livro de RFG. Participou de 15 eventos no exterior e 153 no Brasil. Seus trabalhos podem ser baixados no portal http://www.researchgate.net/profile/Renato_Veiga/info, e suas palestras no http://pt.slideshare.net/RENATOFERRAZDEARRUDAVEIGA e no https://unep.academia.edu/RenatoFerrazArrudaVeiga

Início: 10h30 - término: 11h30
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS EM UM MUNDO AQUECIDO ACIMA DE 1,5ºC
Palestrante: Dr. Marcos Silveira Buckeridge
É biólogo e foi Pesquisador Científico do Instituto de Botânica de São Paulo (Jardim Botânico) durante 20 anos, onde trabalhou com fisiologia de árvores nativas de diversos biomas brasileiros. Durante o mestrado pela UNIFESP trabalhou com o metabolismo de reservas de sementes de árvores tropicais no doutorado na University of Stirling (Escócia) descobriu mecanismos fisiológicos e bioquímicos relacionados à este mesmo processo. Durante o pós-doutorado na Purdue University nos EUA, descobriu um novo mecanismo se síntese de um polissacarídeo de parede celular em milho. No Brasil, estabeleceu uma linha de pesquisa para estudar polissacarídeos de sementes de árvores brasileiras em 1995 e descobertas em conjunto com seus alunos desvendaram uma série de mecanismos bioquímicos e fisiológicos que lavam as plantas jovens a se adaptarem ao ambiente na floresta. Parelamente, desvendou com seus alunos características de polímeros de sementes de espécies brasileiras, entre elas o jatobá, que acabaram levando, por exemplo, a aditivos para indústria de papel, um polímero anti-diabético, polímeros da bebida de café e componentes ativos em cosméticos, como produto Chronos da Natura lançado em 2016. A partir de 1999, iniciou o estabelecimento uma nova linha de pesquisa para compreender os efeitos das mudanças climáticas globais sobre plantas cultivadas (cana, soja, feijão, sorgo etc) e nativas da Mata Atlântica, Amazônia, Cerrado e Caatinga. A partir de 2006, já na USP, descobriu como várias destas espécies respondem ao CO2 mais alto na atmosfera, bem como à seca e a altas temperaturas. Descobriu, por exemplo que a cana crescerá melhor com as mudanças climáticas e também que alguns alimentos (feijão, soja e sorgo) poderão ter suas composições afetadas num cenário futuro de mudanças climáticas. Seus trabalhos nesta área o levaram a participar como co-autor de um dos capítulos do Quinto Relatório do Painel Governamental da Mudanças Climáticas (IPCC), o que lhe permitiu participar de um dos mais importantes instrumentos científicos de políticas públicas do planeta. Em 2003, seguindo trabalhos iniciados ainda na década de noventa por alguns de seus alunos, concentrou também os seus esforços na área da bioenergia, aprofundando vários estudos sobre a cana-de-açúcar. Ajudou a fundar e coordenar as principais iniciativas nacionais e paulistas (CTBE, Bioen-FAPESP, INCT do bioetanol), congregando centenas de pesquisadores de todo o Brasil na busca de informações científicas básicas que ajudassem a estabelecer técnicas modernas de produção de etanol de segunda geração no Brasil. Atualmente é também pesquisador associado do Instituto de Estudos Avançados, onde coordena o Programa USP-Cidades Globais, que reúne um grupo de pesquisadores cujas pesquisas visam melhorar o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas que vivem na metrópole paulistana. Vem se dedicando à fisiologia de árvores urbanas e sua importância para as cidades. Buckeridge, já publicou mais de 150 trabalhos e capítulos de livros, editou quatro livros , 1 nacional e 3 internacionais, orientou mais de 50 alunos de pós-graduação de mestrado e doutorado. Atualmente é editor de revistas científicas internacionais, como Bioenergy Research e Trees: structure and function e desde agosto de 2015 é Presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo.

Início: 11h30 - término: 12h30
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232 

JOVENS PROFISSIONAIS DO SANEAMENTO
Palestrante: Esp. Maria Fernanda Garrubo Bentubo
Assessora de Relações institucionais - Universidades Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES

Início: 09h - término: 10h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

PROJETOS SOBRE BIOGÁS DE ITAIPU BINACIONAL E PERSPECTIVAS PARA O FUTURO
Palestrante: Esp. Rogerio Meneghetti
ITAIPU Binacional - Assessoria de Energias Renováveis

Início: 15h - término: 16h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

APRESENTAÇÃO DE BANNERS

Início: 16h - término: 18h
Local: Bloco "K"
Vagas: 1.692

PALESTRA: PERDAS E DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS 
Palestrante: Rodrigo Martins Moreira

Início:
 18h - término: 19h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

PALESTRA: CAPES
Palestrante: Dra. Jarcilene Silva de Almeida Cortez
Graduada em Ciências Biológicas (Bacharelado e em Licenciatura) pela Universidade Federal de Pernambuco (1988), obteve o mestrado em Botânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1992) e doutorado em Biologia / Ecologia Vegetal - Université de Sherbrooke/Canadá (1997). Realizou um pós-doc vinculado a Universidade Federal de Minas Gerais, sob a supervisão do Prof. Dr. Geraldo Wilson Fernandes e Estágio Senior em 2015 com Dr Bill Shipley (Université de Sherbrooke). Atualmente é professora Associada IV do Departamento de Botânica da UFPE, orienta estudantes de IC, mestrado, doutorado e pós-doc. Atualmente está como Coordenadora Adjunta dos Programas Acadêmicos da área de Ciências Ambientais da Capes. Foi coordenadora do curso de Ciências Biológicas Bacharelado da Universidade Federal de Pernambuco de 2008 - 2012 Professora associada da Université de Sherbrooke, desde 2005, atuando como professora colaboradora e orientadora do Mestrado em Ecologia Internacional, e coordenadora no Brasil da ONG "Écologie sans Frontiére". Revisora de revistas nacionais e internacionais e autora de livros paradidáticos para o ensino fundamental e médio. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de População e Comunidades, atuando principalmente nos seguintes temas: interações multitrófica; planta insetos indutores de galhas; planta-minadores; herbivoria, plantas invasoras, fragmentos de floresta Atlântica e Caatinga.

Início: 19h - término: 20h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

AGROTÓXICOS E A CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL
Palestrante: Dr. Fabio Kummrow
Possui graduação em Farmácia e Bioquímica pela Universidade do Vale do Itajaí (1998), Mestrado em Farmácia (área de concentração Toxicologia e Análises Toxicológicas) pela Universidade de São Paulo (2001) e Doutorado em Toxicologia e Análises Toxicológicas pela Universidade de São Paulo (2006). Atua como Professor das unidades curriculares Análises Toxicológicas e Ecotoxicologia na Universidade Federal de São Paulo / campus Diadema (2010). Docente permanente do curso de Mestrado em Ecologia e Tecnologia Ambiental da Universidade Federal de Alfenas (2009) e atua como Professor Visitante no curso de Mestrado em Tecnologia da Faculdade de Tecnologia da Universidade Estadual de Campinas (2011). Tem experiência na área de Toxicologia Ambiental e Ecotoxicologia trabalhando com contaminantes genotóxicos, extração por blue rayon, contaminação de águas doces e estuarinas, Mutagenicidade de material particulado do ar, exposição ambiental a metais tóxicos, avaliação da toxicidade de resíduos da indústria têxtil e farmacêutica veterinária, análises químicas direcionadas pelo efeito biológico (ADEB) e avaliação ecotoxicológica de nanomaterias.

Início: 20h - término: 21h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232 

ENCERRAMENTO E PREMIAÇÃO DE TRABALHOS
Palestrante: Dra. Beatriz Antoniassi Tavares
Possui doutorado e mestrado em Ciência e Tecnologia de Materiais pela Universidade Estadual Paulista (2011, 2006) e graduação em Ciências com Habilitação em Química pela Universidade Sagrado Coração (2003). Atualmente é professora da Universidade Sagrado Coração. Tem experiência na área de Físico-Química, com ênfase em eletroquímica e atua com desenvolvimento de eletrodos para aplicação em baterias e com reciclagem de baterias de íon-lítio visando o controle de poluição. Atua também no ensino não-formal de química através de projetos com alunos do ensino médio de escolas públicas.

Início: 21h - término: 22h
Local: Auditório Clélia Merloni
Vagas: 232

APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

Data limite para submissão: 17/11/2017
NORMAS – Clique aqui.
MODELO DO RESUMO – Clique aqui.


Investimento

Categoria Valor
Alunos USC R$ 10,00
Alunos externos R$ 20,00
Egressos R$ 10,00
Profissionais / Público externo R$ 30,00

*professores e funcionários, entrar em contato com a Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária.

MAIS DETALHES

Realização
  • Centro de Ciências da Saúde
  • Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas
  • Pró-Reitoria de Extensão e Ação Comunitária
  • Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação

APOIO

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental

CONTATO

Dra. Beatriz Antoniassi Tavares
E-mail: beatriz.tavares@usc.br

Mais informações:
Coordenadoria Geral de Extensão
Telefone: (14) 2107-7324 / 7398
E-mail: extensao@usc.br 



Link deste artigo: https://www.usc.br/cpcta2017



Receba nossas notícias
USC - Sagrado Coração

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2017 | USC - Universidade do Sagrado Coração. Todos os direitos reservados.

Site Seguro