Diagnóstico e prevenção de doenças em peixes cultivados

Duração: 24 horas

Vagas: 20

Período: 3 sábados consecutivos, das 8h às 12h e das 13h às 17h Local: USC

Sobre o Curso

O mercado da piscicultura é amplo e tem grande potencial de crescimento. Somente entre 2005 e 2010 a produção nacional de pescados em cativeiro aumentou 86,3%, chegando a 479 mil toneladas. A aquicultura no sudeste do país tem crescido principalmente com a expansão dos cultivos de tilápia em tanques rede nos reservatórios na região oeste e norte de São Paulo (Rio Paraná, Rio Tietê e Rio Grande), sul de Minas Gerais (reservatório de Furnas) e no eixo do Rio Paranapanema (na divisa entre São Paulo e Paraná).

O monitoramento e a correção da qualidade da água são fundamentais na criação de peixes em tanques escavados e na criação intensiva em sistemas fechados com recirculação de água. Além disso, o ambiente aquático é um meio no qual o acesso à penetração de agentes patogênicos torna-se facilitado, assim o estudo dos agentes causadores de patologias nos peixes é um campo de crescente importância, pois sabe-se que estes agentes podem provocar elevadas taxas de mortalidade, redução das capturas ou diminuição dos valores comerciais dos exemplares atacados.

Sendo assim, espera-se que após o curso, o criador possa adquirir um bom conhecimento sobre os principais organismos patogênicos que acometem os peixes e as medidas profiláticas para evitar estas doenças.



Objetivos

Objetivo geral:
Este curso busca preparar os estudantes e/ou profissionais do ramo para efetuar, dentro de um laboratório e em condições de campo, o reconhecimento dos principais organismos patogênicos que podem acometer os peixes em ambientes confinados e os fatores que podem influenciar o parasitismo.

Objetivos específicos:

  • Conhecer as principais medidas profiláticas a serem adotadas em ambientes confinados para evitar a propagação de doenças;
  • Conhecer os principais grupos de organismos que podem causar doenças em peixes confinados;
  • Reconhecer as sintomatologias das principais doenças causadas por fungos, bactérias, protozoários, mixozoários e helmintos;

Público alvo

Profissionais e estudantes interessados no tema.


Requisitos

Ensino Fundamental Completo 


Conteúdo

Primeira aula (Teórica)

  • Situação da piscicultura no Brasil;
  • Principais fatores que podem influenciar no parasitismo;
  • Medidas profiláticas para evitar o parasitismo;
  • Conceitos básicos da microbiologia e parasitologia;
  • Principais grupos que podem causar doenças em ambientes confinados: Diagnóstico, biologia e ação sobre os hospedeiros.

Segunda aula (Teórica-manhã e Prática-tarde)

  • Principais técnicas empregadas nas análises microbiológica e parasitológica;
  • Reconhecimento dos principais sintomas externos nos peixes causados por fungos, bactérias, protozoários, mixozoários e helmintos (como identificar um peixe doente?;
  • Necropsia de peixes (aqui os participantes que trabalham em piscicultura podem trazer um espécime se desejar para ser analisado em aula).

Terceira aula (prática)

  • Análise dos principais organismos patogênicos coletados nos peixes analisados na aula anterior.

Investimento

R$ 280,00

Fale com o Coordenador

Coordenadoria Geral de Extensão
Telefones: (14) 2107-7324 / 7398
E-mail: extensao@usc.br
Receba nossas notícias
USC - Sagrado Coração

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2017 | USC - Universidade do Sagrado Coração. Todos os direitos reservados.

Site Seguro