NUPHIS

O Núcleo de Pesquisa e História da Universidade do Sagrado Coração “GABRIEL RUIZ PELEGRINA” - NUPHIS/USC foi criado em 1983 a partir de esforços desenvolvidos por um grupo de pessoas interessadas na preservação do patrimônio histórico-cultural-regional. É um órgão de apoio, depositário de informações, documentos e coleções relevantes para o desenvolvimento de projetos de pesquisa sediados na USC ou fora dela. Está cadastrado no SISTEMA BRASILEIRO DE MUSEUS –SBM.

O NUPHIS está aberto a universitários, pós-graduandos, alunos de ensino médio e fundamental e comunidade em geral que necessitem elaborar pesquisas em nível histórico-cultural-regional.

 

 COLEÇÕES

  •   Arquivo do Poder Judiciário – 13.500 processos-crime e Inventários.

É um acervo em que o leitor vai encontrar as contendas bauruenses sobre inventários, terras, animais de tração, crimes políticos, violência contra a mulher, casamentos “forçados”, prostituição e outros assuntos que permearam a vida social bauruense desde 1908 até 1950.

  

  • Arquivo Projeto Rondon – 195 documentos

Neste Arquivo, o leitor acompanhará o trabalho de alunos das universidades bauruenses, que,durante o regime militar eram enviados para os recônditos do Brasil atender as comunidades carentes do jeito que fosse possível.

  

  • Arquivo da Diocese de Bauru – 1.500 processos

Neste arquivo está a História da Igreja em Bauru, desde a fundação da cidade em Espírito Santo da Fortaleza, até a administração de D. Candido Padin, em 1980.

 

 

  • Coleção de Documentos do Conservatório Musical Pio XII

Este acervo refere-se à trajetória do Conservatório Musical Pio XII.

 

 

  • Arquivo Histórico e Jornalístico Gabriel Ruiz Pelegrina – 1000 artigos de jornais, 1200 documentos diversos.

É o acervo completo do jornalista Gabriel Ruiz Pelegrina. Ele escreveu sobre inúmeros aspectos e acontecimentos da cidade, desde sua fundação até o início deste milênio. Assuntos como Praça Rui Barbosa, Ferrovias, NOB, futebol, hospitais, crises políticas, clubes de serviços, clubes sociais, igrejas, padres e bispos, cemitérios, escolas, enfim, um acervo eclético e maravilhoso sobre a história de Bauru.

  

 

  • Arquivo Edson Bastos Gasparini – 300 documentos.

Edson Gasparini foi um político ativo, cassado pela ditadura, e corajoso por defender a causa dos desvalidos. Todos os documentos e fotos relativos às suas ações, processos, lutas políticas, vida pessoal e familiar estão neste acervo.

  

 

  • Arquivo Luiz de Gonzaga Bevilacqua – 550 documentos.

É o arquivo mais surpreendente para um bauruense. Todos os documentos, livros, fotos e até um telescópio faz parte deste acervo, cujo cidadão deu início aos estudos espaciais no Brasil durante o governo de Jânio Quadros. O INPE teve origem num grupo de estudos fundado por Luiz de Gonzaga Bevilacqua e a Lei que rege o uso do espaço aéreo foi sugerida por ele.

  

 

  • Arquivo Rodrigues de Abreu – 996 documentos.

Muitos livros que registraram a vida de Rodrigues de Abreu, poeta maior, internacionalmente conhecido, foram pesquisados neste acervo. Aqui estão os manuscritos deste poeta e muitas fotos que marcam a história da cidade por volta dos anos vinte.

  

 

  • Arquivo Ochelcis Aguiar Laureano - 835 documentos.

Se você conhece a música sertaneja “A marvada pinga”, sabe que estamos falando de seu criador. Este arquivo contem partituras, cadernos de rascunho musical e até a escrivaninha em que ele escrevia as músicas.

  

 

  • Arquivo Biográfico: Projeto Memória Cultural – 453 monografias.

Como o nome diz, este projeto capitaneado pelo Prof. Dr. Murici Domingues (in memorian) foi elaborado pelos alunos da USC, pesquisando e organizando em monografias a vida de 453 bauruenses responsáveis pela comunidade urbana que temos.

  

 

  • Arquivo de Irmã Arminda.

'Ir. Arminda Sbríssia tinha olhos no horizonte. Percebeu a inexistência de escolas no interior paulista para formação de professores para o ensino de segundo grau. Envidou esforços e em 20 de outubro de 1953, pelo Dec. 34.291, conseguiu autorização para o funcionamento da FAFIL, hoje USC.

Em seu Arquivo encontramos documentos pessoais, cartas, decretos, Atos normativos, certificados, correspondência oficial, estudos para criação do Regimento, programa de cursos e fotos históricas.

  

 

  • Coleção de Charges de Aucione Torres Agostinho –546 charges e 758 fotografias.

Aucione, por meio de traços ilustrativos, registrou as diferentes facetas das vida social bauruense. Preservamos a coleção completa de suas charges, além de fotos.

  

 

  • Mapoteca – 60 mapas.

São plantas de engenharia sobre a urbanização de Bauru, alguns sobre a Diocese e outros sobre órgãos públicos.

  

 

  • Fototeca – 16.000 fotos.

Esta coleção está composta de fotos sobre artes plásticas, Aeroclube, ruas e avenidas, bairros e vilas, bancos, bandas, cemitérios, cinema e teatro, enchentes, escolas, escoteiros, esportes, hospitais maçonaria ,judiciário, praças, rádios, revoluções históricas, rodoviária, saúde, Universidade, viadutos. Temos ainda uma coleção importantíssima de Vicente João Pedro, fotógrafo de Jaú com projeção internacional.

  

 

  • Biblioteca – 1.500 tombos.

Os livros e revistas são todos referentes à história das comunidades regional, inclusive as cidades vizinhas.

  

 

  • Hemeroteca – 1.000 coleções de Jornais e artigos.

Preservamos os artigos originais e organizamos em um livro, por autor e assunto, esta Hemeroteca. São artigos bastante variados sobre a sociedade de Bauru e da Região, desde 1896 até a atualidade.

  

 

 CONTATO

(14) 2107-7146 / 7109
nuphis@usc.br

Receba nossas notícias
USC - Sagrado Coração

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2017 | USC - Universidade do Sagrado Coração. Todos os direitos reservados.

Site Seguro