V International relations Week - O mercado de trabalho atual




O evento

A V International Relations Week foca no mercado de trabalho do internacionalista no cenário atual. A importância do tema vem da necessidade do profissional de conhecer o mercado, para ter mais segurança na escolha de seu futuro profissional e obter êxito com esta decisão. Sempre focando no diferencial técnico e crítico que o internacionalista possui.

Período

19 e 20/10/2017

* Data limite para inscrições: 15/10/2017


Programação

Workshop de importação e exportação
Palestrante:
Esp. Mario Augusto Fernandes Lopes
Projetos de Importação e Exportação; Desenvolvimento de fornecedores no exterior; Participação em feiras internacionais; Coordenação de embarques aéreos e marítimos de importação; Utilização de regimes aduaneiros especiais; Confecção de planilhas de custos; Análise de custos e viabilidade logística; Desenvolvimento e acompanhamento da logística de exportação; Administração de processos de armazém fiscal no exterior; Coordenação de financiamento de importação (Finimp) e exportação (ACC), entre outras atividades. Especializações: Negócios Internacionais Projetos de importação e exportação Estudos logísticos.

Início: 08h
Local: Anfiteatro E-001
Vagas: 198

 

Palestra: A importância da paradiplomacia
Palestrante:
Esp. Ana Paula Fava
Assessora Especial para Assuntos Internacionais do Governo do Estado de São Paulo Ana Paula Fava é formada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo com MBA em Gestão Cultural pela Fundação Getúlio Vargas. Ao longo de dezesseis anos na Secretaria do Meio Ambiente (SMA) desenvolveu atividades na área internacional, assim como captação de recursos para projetos e eventos ambientais. Acompanhou diversos Secretários de Meio Ambiente em viagens internacionais e coordenou a participação do Estado de São Paulo nas históricas Conferências das Nações Unidas, Rio+20 (2012) e Conferência de Mudanças Climáticas (COP-21), em Paris, dezembro de 2015. É fluente em inglês e francês e, em junho de 2016 assumiu a chefia da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais onde responde pela coordenação da implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável; pela agenda internacional das Secretarias, Empresas e Autarquias do Governo do Estado de São Paulo e pelo atendimento dos Consulados sediados em São Paulo, além de assessorar e acompanhar o Senhor Governador em audiências com Embaixadores e Chefes de Estado. Ana Paula Fava é casada e tem uma filha, Giovanna.

Início: 19h
Local: Anfiteatro E-001
Vagas: 198

Apresentações Orais: Seminários Temáticos
Comissão Científica:

M.ª Beatriz Sabia Ferreira Alves
Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais pela Unesp-Marília. Possui Mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho com bolsa FAPESP (2013) e graduação em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2009). É docente e coordenadora de curso de Relações Internacionais na Universidade do Sagrado Coração de Jesus - USC. Atua como docente nas disciplinas Organizações Internacionais, Política Internacional Contemporânea I e II, Teoria de Relações Internacionais I e II, Segurança Internacional, Introdução as Relações Internacionais e Pesquisa e Prática em Relações Internacionais. É também coordenadora da Pós Graduação lato sensu de Gestão Empresarial e Negócios Internacionais na Universidade do Sagrado Coração.
M.ª Roberta Cava
Possui graduação em Relações Internacionais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005) e mestrado em Ciencia Politica pela Universidade Federal de São Carlos (2011). Cursa doutorado em Ciências Sociais na UNESP Araraquara.Tem experiência na área de Relações Internacionais e Ciência Política, com ênfase em participação política, Estado e instituições e comunicação política. Docente no curso de Relações Internacionais da Universidade do Sagrado Coração
M.e Fábio José de Souza
Mestre em Direito Constitucional e Especialista em Direito pela Instituição Toledo de Ensino (ITE), Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Bauru (FDB) e Especialista em Gestão e Formação de Educadores em Turismo pela Universidade do Sagrado Coração. Professor dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação da Universidade do Sagrado Coração. Advogado atuante na Comarca de Bauru e em outras Comarcas do Estado de São Paulo.
Dr. Bruno Vicente Lippe Pasquarelli
Professor da Universidade do Sagrado Coração (USC). Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em 2015. Membro do Centro de Estudos de Partidos Políticos Latino-Americanos (CEPPLA), da UFSCar. Visitante-acadêmico na Universidade de Oxford. Desenvolve pesquisa sobre instituições políticas comparadas, processo decisório, relações Executivo/Legislativo e política externa no Brasil e no Chile.

Início: 08h
Término: 12h
Local: Anfiteatro E-001
Vagas: 198

Clique aqui e visualize o cronograma completo dos Seminários Temáticos de 20/10/2017.

Palestra: O mercado atual do profissional de relações internacionais.
Palestrante: Dr. Marcelo Suano José Ferraz Suano
Doutor em Ciência Política pela USP. Em 2007 fundou o CEIRI, Assessoria e Consultoria, que fornece serviços para empresas, embaixadas, consulados e instituições internacionais. Em 2009 fundou o portal CEIRI NEWSPAPER - www.jornal.ceiri.com.br atualmente reconhecido internacionalmente como referência na área de Relações Internacionais no Brasil. Professor universitário por mais de 16 anos, ministrou aulas de várias disciplinas de humanas, especialmente da área de Relações Internacionais. Foi Vice-coordenador do Curso de Diplomacia Empresarial e Corporativa e Vice-Diretor do curso de Relações Internacionais da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM/POA) e Fundador do Grupo de Estudos de Paz da PUCRS. Foi Diretor de cursos da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra do Rio Grande do Sul (ADESG-RS) e atualmente é um dos palestrantes da instituição. Atuou como Assessor da Presidência da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados. Também atuou como assessor de planejamento estratégico de liderança no Senado Federal. Participou de diversas missões e eventos internacionais a convite, destacando-se a Missão Oficial nos EUA para discutir o Projeto Nuclear estadunidense e a Segurança Nuclear Mundial e o Evento da Cúpula BRICS na Rússia, palestrando sobre segurança internacional.

Início: 19h
Local: Anfiteatro E-001
Vagas: 198

REGRAS - DEBATES INTERNACIONAIS

O torneio aceitará inscrições de equipes com quatro (4) pessoas – sendo um líder, dois deputados e um substituto.

No ato da inscrição, deve-se indicar quem é o líder (que durante o torneio não pode ser substituído), quem são os deputados e quem é o substituto (que pode substituir qualquer um dos deputados antes do início do debate).

As inscrições poderão ser realizadas até 17/10.

Uma lista com todos os temas será divulgada para as equipes participantes um mês antes do início dos debates, no site do evento.

A posição da equipe (Governo ou Oposição) será divulgada apenas trinta minutos antes do início de cada debate, sendo determinados por meio de sorteio na presença dos líderes de cada equipe.

Os debates são travados entre duas equipes em torno de uma temática. Uma das equipes, chamada de Governo, defenderá a posição, criando argumentos que mostrem sua razoabilidade.

A outra equipe, chamada de Oposição, opor-se-á ao tema, tentando minar os argumentos do Governo ou mostrando que existem razões mais fortes para rejeitar do que para aceitar a ideia.

A ordem dos discursos do debate é a seguinte:

  • 1º discurso construtivo Líder do Governo 5 minutos
  • 1º discurso desconstrutivo Líder da Oposição 5 minutos
  • 2º discurso construtivo 1º Deputado do Governo 4 minutos
  • 2º discurso desconstrutivo 1º Deputado do Governo 4 minutos
  • 3º discurso construtivo Líder ou 2º deputado do Governo 4 minutos
  • 3º discurso desconstrutivo Líder ou 2º deputado da Oposição 4 minutos
  • Discurso conclusivo do Governo Membro do Governo diferente do discurso anterior 3 minutos
  • Discurso conclusivo da Oposição Membro da Oposição diferente do discurso anterior 3 minutos

Ao fim de um discurso, o membro da equipe rival tem um máximo de 20 segundos para se apresentar na tribuna, tempo após o qual pode ser penalizado.

Ao longo de cada discurso (com exceção do discurso conclusivo), os participantes ouvirão o sino tocar 4 vezes. A primeira vez avisará o início da contagem do tempo, a segunda avisa que passou-se um minuto, a terceira vez em que o sino toca avisa que resta um minuto até o fim do tempo, e o último toque (3 toques) indica o encerramento do tempo.

Existe ainda uma tolerância de 10 segundos após o fim do tempo, apenas para o caso de o debatedor dar mostras de que conseguirá finalizar um raciocínio em andamento nesse tempo.

Durante um discurso, não são permitidas contribuições ou consultas aos outros membros da equipe, bem como interrupções não autorizadas dos membros da equipe rival ou da plateia.

Durante o discurso de uma das equipes são permitidos questionamentos por parte da plateia, com exceção do primeiro e do último minuto de cada discurso – indicados pelos segundo e terceiro toque do sino, respectivamente – e dos discursos conclusivos. Estes questionamentos devem servir ao propósito de esclarecer, exemplificar, articular ou mesmo problematizar o argumento do debatedor.

Para propor uma questão, o membro da plateia interessado deve erguer sua mão e esperar que o debatedor que estiver na tribuna aceite ou não sua solicitação. Caso seja aceita (nesse caso, o debatedor estende a mão em direção ao requerente) a pergunta deve ser feita em 15 segundos, deve ser clara e direta, e sem sub perguntas, além de precisar ser relevante ao tópico em questão. Durante a pergunta, o relógio deve permanecer parado, voltando a ser acionado apenas quando a fala voltar ao debatedor na tribuna que, dentro do seu tempo restante, deve responder a pergunta, caso possa ou queira.

Em cada discurso, são permitidas no máximo duas perguntas da plateia, que nunca devem ser usadas para atrapalhar, atrasar ou desviar a fala do debatedor no palanque. Casos como esses devem ser identificados pela mesa, que tomará as devidas providências. É obrigação do líder do Governo – sendo este o primeiro a falar – elucidar o significado da ideia. Para isso ele deve esclarecer com precisão qualquer termo ambíguo e, se possível, exemplo que ajude a esclarecê-lo, o caso base. O restante dos discursos deve levar em consideração a interpretação feita pelo líder do Governo.

Embora haja certa liberdade na forma como o líder do Governo pode delimitar o significado da questão, ele não pode fazê-lo de forma que se torne impossível contrariá-la, ou de forma que ela fuja do escopo da pergunta escrita. Casos assim serão julgados pela mesa, cabendo a ela decidir se o Governo deve mudar sua delimitação ou cancelar o debate.

Os discursos conclusivos de ambas as equipes são reservados para recapitular os argumentos anteriores, tentando mostrar a superioridade dos argumentos de sua equipe sobre os da equipe rival. Neste momento não é permitido trazer nenhum dado, exemplo ou informação que não tenha sido apresentado anteriormente. Citações e reflexões são permitidas, desde que possuam um caráter sintetizador de ideias já expostas. Casos omissos deverão ser julgados pela mesa.

APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

*Data limite para submissão: 15/10/2017

  1. Título
  2. Área (áreas que se designa o trabalho):
  • Relações Internacionais
  1. Nome do autor: Não há limite de trabalhos por autor
  2. Coautores: Não há limite de coautores para o trabalho
  3. Resumo
  4. Palavras Chave
  5. Categorias:
  • Apresentação Oral
  • Caderno de Resumos
  1. Anexo(opcional): Resumo Expandido e/ou Trabalho Completo
  2. Formatos aceitos:
  • .doc
  • .docx
  • .pdf

MAIS DETALHES

REALIZAÇÃO

• Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas
• Curso de Relações Internacionais


Investimento

Categoria Valor
Alunos externos R$ 30,00
Profissionais R$ 30,00
Egressos R$ 25,00
Público externo R$ 30,00
Comissão organizadora R$ 25,00
Alunos USC R$ 25,00

* Professores e funcionários da USC entrar em contato com a Coordenadoria de Extensão e Ação Comunitária.

CONTATO

M.ª Beatriz Sabia Ferreira Alves
E-mail: beatriz.alves@usc.br

Mais informações:
Coordenadoria Geral de Extensão
Fone: (14) 2107-7324 / 7398
E-mail: extensao@usc.br 



Link deste artigo: https://www.usc.br/virw2017



Receba nossas notícias
USC - Sagrado Coração

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2017 | USC - Universidade do Sagrado Coração. Todos os direitos reservados.

Site Seguro