Reabilitação Fisioterapêutica na Polineuropatia Diabética

Local: Clínica de Fisioterapia da USC Fale com o Coordenador: extensao@usc.br

Sobre o Projeto

A polineuropatia diabética de membros inferiores é uma condição clínica com alto índice de morbidade, sendo que uma de suas principais complicações é a necrose do membro acometido, resultante dos níveis alterados de glicemia na corrente sanguínea os quais provocam a redução parcial ou total da sensibilidade, o que, por sua vez, pode levar o paciente a não observar a presença de feridas localizadas nos pés ou nos dedos. Essa não identificação pode proporcionar o início de processos infecciosos e evoluir para uma necrose com consequente amputação do membro acometido. Assim, a prevenção e o tratamento da perda da sensibilidade podem evitar sérios comprometimentos de saúde bem como o alto custo financeiro que incide sobre sistema público de saúde. A fisioterapia possui uma importante atuação na prevenção na progressão da alteração da sensibilidade. O tratamento fisioterapêutico é realizado por meio de exercícios de fortalecimento muscular, de propriocepção, treino de marcha, alongamento e de estimulação sensitiva por meio da aplicação de objetos de texturas distintas. O conjunto desses exercícios e/ou técnicas visa reverter e/ou retardar o progresso da perda da resposta sensitiva, vascular e motora. Os objetivos desse projeto é avaliar e tratar pacientes diabéticos, portadores de polineurapatia diabética em membros inferiores submetidos a um programa de atendimento fisioterapêutico realizado na Associação de Diabéticos de Bauru (ADB) e capacitar o aluno de graduação do Curso de Fisioterapia da USC no atendimento dessa população. Adicionalmente, esse projeto visa inserir o discente na pesquisa por meio da iniciação científica e trabalho de conclusão de curso com a utilização de protocolos de avaliação sensitiva e motora e na execução de protocolo de tratamento.



Objetivos

Promover ações de avaliação e intervenção na polineuropatia diabética especificamente o acometimento de membros inferiores.


Público alvo

Pacientes portadores de Polineuropatia Diabética


Estatística

Em 2016, tivemos 2511 pessoas atendidas de forma direta e 8013 de forma indireta pelo programa. No 1º semestre de 2017 tivemos 1.490 pessoas atendidas de forma direta e 4.470 pessoas atendidas de forma indireta pelo programa.


Metodologias

Propriocepção; Equilíbrio; Fortalecimento muscular; Alongamentos.


Receba nossas notícias
USC - Sagrado Coração

(14) 2107-7000
(14) 99825-8771

© 2017 | USC - Universidade do Sagrado Coração. Todos os direitos reservados.

Site Seguro